.: Cirurgia da Obesidade

Equipe do Divina é uma das mais experientes do Estado

No primeiro trimestre de 2009 a equipe multidisciplinar do Centro Integrado do Tratamento da Obesidade Mórbida do Hospital Divina Providência (CITOM), irá comemorar a realização de mil cirurgias bariátricas (de redução de estômago) feitas na instituição, desde que o serviço foi organizado, em 1997. Para o coordenador do serviço, o cirurgião Renato Souza da Silva, alcançar este número de cirurgias significa credibilidade no trabalho, que vem utilizando procedimentos mais seguros e com melhores resultados.

...cerca de 62% dos pacientes realizam a cirurgia através de videolaparoscopia.

Temos aqui no Divina um dos melhores serviços de cirurgia bariátrica do Brasil e do mundo. É uma experiência que nos faz acreditar que o nosso trabalho está sendo bem realizado e que o Hospital nos dá todo o suporte necessário. Quem procura o procedimento cirúrgico quer ter melhor qualidade de vida. Conforme Dr. Renato, cerca de 62% dos pacientes realizam a cirurgia através de videolaparoscopia. A técnica oferece um pós-operatório mais tranquilo, menos doloroso, com retorno breve às atividades físicas e ao trabalho, e um menor tempo de internação.

A obesidade mórbida é uma doença caracterizada pelo excesso de gordura e atinge cerca de 15% dos brasileiros e 1/3 da população do chamado Primeiro Mundo. Associado à obesidade aparecem outras patologias, como a hipertensão arterial, diabetes, insuficiência respiratória, impotência, entre outras. Porto Alegre é a segunda maior capital do país em número de obesos, com 45,1% da população adulta acima do peso.

Estrutura

Para realizar o tratamento da Obesidade Mórbida, o Divina realizou uma série de adaptações, desde o mobiliário até os instrumentos cirúrgicos. Toda a estrutura física, instalações e equipamentos camas hospitalares, cadeiras e macas, levam em conta as necessidades especiais dos obesos. O Hospital dispõe de serviços de diagnósticos de suporte, como tomografia computadorizada, radiologia, ecografia e plantão médico 24 horas no Pronto Atendimento.

Técnicas de tratamento

O Centro de Tratamento Intensivo (CTI) é um dos mais modernos de Porto Alegre e conta com pessoal altamente qualificado e capacitado para casos mais graves. As camas hospitalares da Sala de Recuperação são maiores e a área de higiene foi projetada para suportar grande peso, oferecendo segurança e comodidade ao paciente.

Reuniões

A equipe multidisciplinar é formada pelos cirurgiões Renato Souza da Silva, Rafael Rosito e Rodrigo Bühler; o anestesiologista Juliano Erdmann Nunes; o clínico Alfeu Rombaldi; a endocrinologista Kátia Souto; a psicóloga Ana Lúcia Carvalho da Silva e a nutricionista Simone Fonseca.

No último sábado de cada mês, a equipe se reúne com pacientes já operados ou que se preparam para o procedimento, juntamente com familiares, para esclarecer dúvidas e ouvir depoimentos. Os encontros ocorrem no Auditório do Hospital, a partir das 10h.

Mulheres corajosas renascem para a vida

Perder 20, 30, 40, 50, 60, 70 quilos? É possível? Para estas mulheres determinadas tudo é possível. Assim foi para Ana Maria, Luciana, Ana Cristina, Juliana, Adriana e Clauze, que hoje estampam um sorriso de felicidade no rosto. Para elas, realizar a cirurgia da obesidade foi como nascer novamente.

Ficar entalada na roleta de um ônibus foi a gota d`água para a técnica em Enfermagem, Karen de Oliveira Desessards, 35 anos, 1,60cm de altura, que chegou a pesar 110kg. Naquele dia, no ano de 2006, ela tomou uma decisão: realizar a cirurgia da obesidade, porque era ruim ser gorda.

 

 

Incentivada pela família e colegas, ela realizou a cirurgia no dia 7 de fevereiro de 2006, no Divina. Hoje Karen(ao lado da filha) pesa 60 quilos, mas já chegou a 55 quilos. A terapia me ajudou a identificar as dificuldades e tratar. Penso que tudo começou com uma depressão pós-parto e virou numa ansiedade enorme, que fazia com que eu comesse bastante. Era uma fuga, tanto que em 1997 eu emagreci 20 quilos e voltei a engordar após dois anos?, revela Karen. O próximo passo será uma cirurgia plástica corretiva nas mamas e na região do abdômen.

Recomendação médica

No dia 17 de abril de 2007, a bioquímica e farmacêutica Ana Maria Silveira da Silva, 34 anos, 1,70cm, pesava 146 quilos. Hoje, orgulhosa de seu esforço, exibe os 82kg bem distribuídos (foto abaixo). Fiz a cirurgia por recomendação médica, pois estava com vários problemas de saúde e possivelmente não viveria por muito tempo.

 

 

Procurei o Divina e a equipe do CITOM por indicação de uma amiga. Ana Maria também aproveitou para fazer uma cirurgia de Hérnia de Hiato e retirar a vesícula.

 

 

 

Mais vaidosa

Nascer de novo. É assim que Juliana Morais Oder, de 29 anos, vê a vida, depois de perder 38 quilos. Ela realizou a cirurgia da obesidade no dia 31 de outubro de 2006. Comecei a engordar quando tinha 17 anos. Todos diziam: rostinho tão bonito e tão gordinho.

 

 

 

 

O que posso constatar é que, quando a gente emagrece tudo melhora. As roupas ficam mais bonitas, a gente fica mais vaidosa e a vida social mais agitada.

 

 

 

 

 

 

 

Ana Cristina da Cruz Mendes (ao lado), de 38 anos, 1,50cm, que emagreceu 45 quilos (foto abaixo) desde 17 de junho de 2007 (pesava 95kg), confirma o depoimento de Juliana. Tudo fica melhor, a gente se gosta mais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Bom atendimento

 

 

As opiniões são compartilhadas pela pedagoga Adriana Finger (foto ao lado), 31 anos, que em março de 2007 chegou a pesar 138 kg. Hoje está com 80 quilos. Ela fez um procedimento cirúrgico em outra instituição, colocou o balão intra-gástrico, mas não deu certo. Em cinco meses perdi apenas 8 quilos e me sentia muito mal, não conseguia dormir.

Em novembro de 2007, indicada por uma amiga, procurou a equipe do CITOM e fez o procedimento no Divina. Fui muito bem atendida no Hospital. Meu esposo ficou comigo o tempo inteiro e cinco dias depois já fui para casa.

 

 

 

 

 

Clauze Maria Teixeira Batista, 51 anos, ainda não está completamente satisfeita, com seus 60 quilos, distribuídos em 1,56cm. Quero emagrecer mais dois quilos. Clauze realizou cirurgia da obesidade em 28 de setembro de 2002, quando chegou a 98 kg.

 

 

 

 

 

 

"Gatinha da família"
Ser a gorda da família era o destino da enfermeira Lígia Pegoraro, 52 anos, então com 105 kg e 1,64cm (foto ao lado). Até que em novembro de 2006 ela decidiu ser a "gatinha da família", como é chamada até hoje.

 

 

Lígia se submeteu à cirurgia com a equipe do Dr. Renato e emagreceu 36 quilos. Hoje pesa 69 kg. Desde os 15 anos lutava contra a balança, mas adorava comer, principalmente massas, pães e doces. O resultado foi a diabetes. Após consulta com a endocrinologista e com a terapeuta a decisão estava tomada, garante. A enfermeira conta que uma semana após a cirurgia, os níveis glicêmicos estavam estabilizados e não tinha nenhuma dor.

A família nem sempre ajuda

A vaidade de Luciana de Carvalho Bottona aflorou depois da cirurgia bariátrica que ela realizou, em julho de 2008, no Divina. Sempre fui vaidosa, mas já não queria mais sair de casa em razão da gordura, dor nas costas e nas pernas. Até para trabalhar era horrível, me deprimi. Fiz várias dietas, mas nada resolvia, conta. Conforme Luciana, quando ela decidiu engravidar parou de fumar e engordou 30 quilos. Engravidou e engordou mais 22 quilos. Chegou aos 126 quilos e resolveu procurar ajuda.

A família não queria que ela fizesse cirurgia e ela resolveu ir às reuniões do CITOM para ver como era e decidiu realizar o procedimento. Hoje estou com 85 quilos, depois de cinco meses de cirurgia. Quero chegar aos 65 quilos e vou conseguir. Depois vou fazer uma cirurgia plástica reparadora e talvez uma lipoaspiração.

 

 

 

O médico Renato Souza da Silva, coordenador do Citom, atende em seu consultório particular, localizado na av. Mostardeiro, nº 5, sala 510 - Bairro Independência. Fones: 3018.1537/3211.1537.

Mais informações pelo site www.citom.com.br

»  Oncologia
»  Cirurgia da Obesidade
»  Nefrologia
»  Psiquiatria
»  Reumatologia
»  Pneumologia
»  Traumatologia
»  Acupuntura
»  Cardiologia
»  Clínica Médica
»  Endocrinologia
»  Ginecologia e Obstetrícia
»  Neurologia
Pré-check-in
Banco de Imagens
Bebê na Web
Pronto Atendimento
Fale Conosco
Localização
Trabalhe Conosco
 
Design: 3W ::: Produção e Edição: Seiva Agência de Comunicação - Direitos Reservados